Notícias

PRF pretende usar Blitz Inteligente em viaturas por todo o país

Notícias /
blitzboxitens1

Segundo reportagem de primeira página jornal Diário do Nordeste de 28 de janeiro, projeto pioneiro de Blitz Inteligente deverá ser usado em operações da PRF no Ceará.

A Blitz Inteligente da Verde Tecnologia tem a capacidade de transformar cada viatura em um agente de trânsito autônomo, capaz fiscalizar sem intervenção humana. Quando um veículo irregular ou com proprietário suspeito é identificado, são enviados avisos sonoros e vibratórios para os smartphones dos patrulheiros.

Outro benefício do sistema é a possibilidade de auditoria nas ações de blitz, garantindo sua lisura e credibilidade. A adoção da Blitz Inteligente pela PRF é uma prova de transparência e boas prática de gestão do órgão.

Segundo Alexsandro Batista, Chefe do Núcleo de Comunicação da PRF-CE, os resultados o uso do sistema são satisfatórios para implantação nas viaturas de todo o país.

Alexsandro Batista também destaca a otimização do trabalho de fiscalização e a identificação rápida e eficaz de irregularidades como veículo furtado, com restrição judicial ou multas atrasadas. Essas irregularidades não costumam ser identificadas por outros tipos de equipamentos de fiscalização. Soma-se a isso o fato que veículos e proprietários regulares e em dia com suas obrigações, simplesmente não são importunados.

Como a Blitz Inteligente só para os veículos irregulares e não precisa criar gargalos na via, evita assim a formação de congestionamentos comuns em ações de fiscalização. Otimizar o trabalho de fiscalização de casos como licenciamento e IPVA atrasados, também deixam os agentes com mais tempo disponível para tratar de casos mais graves e que exigem atenção humana.

Retirar veículos irregulares privilegia os maiores contribuintes e mantenedores da infraestrutura de trânsito: o cidadão de bem que mantém seu dever em dia. A Verde Tecnologia continua com seu compromisso de criar e evoluir as tecnologia de fiscalização de trânsito, no sentido da proteção e educação do cidadão.

[Fonte: Diário do Nordeste]

Comentários